O poder do vídeo na Educação

Muito já se falou sobre o uso de vídeos ou objetos audiovisuais na educação a distância, e está claro que o estes recursos tem maior influência, índices menores de dispersão e fazem com que a absorção dos conteúdos seja mais efetiva. Mas quais são as reais melhorias que este formato pode proporcionar no desenvolvimento das pessoas?
O provérbio “uma imagem vale mais do que mil palavras” nunca fez tanto sentindo. Há evidências de que um adolescente, ao terminar o ensino médio, teria assistido a aproximadamente 12 mil horas de aulas contra 22 mil horas de TV. Outros estudos mostram que metade do cérebro humano estaria comprometida com o processamento de imagens. Estas imagens tem acesso direto à memória de longo prazo, de forma que processamos a informação visual 60 mil vezes mais rápido do que o texto.
Seguindo este raciocínio, fica claro que o uso de vídeos no ensino a distância é uma tendência difícil de ser ignorada e que o aumento do uso destas ferramentas trazem diversos benefícios para o aluno e para os desenvolvedores. Entre eles, podemos citar o custo de desenvolvimento que tem caído a cada ano com a facilidade de acesso a câmeras e computadores cada vez melhores.
A facilidade na produção e edição de vídeos fez com a que este formato ficasse cada vez mais popular. Quase 50% do volume de dados trafegados na internet são provenientes de vídeos online e desde 2010 o Youtube é o segundo maior site de buscas, ultrapassando o Yahoo e perdendo apenas para o Google.
Uma das muitas características únicas da internet é que ela incorpora múltiplas formas de mídia, como texto, gráficos, ainda áudio, vídeo, animação e simulações. Cada uma destas formas de mídia permite o conhecimento a ser representado de diferentes maneiras, e talvez mais importante, permite diferentes formas de interação com os alunos. Podemos dizer que o audiovisual possibilita um maior engajamento e assimilação do conteúdo, flexibilidade para atender diversos ritmos de estudo, redução do custo geral do projeto, e além disto traz inovação para os projetos de ensino
Uma das empresas pioneiras nesta área é a Goodyear do Brasil. Eles investiram no desenvolvimento de um estúdio próprio para gravação, transmissão e lançamento de treinamentos. Além disto, personalizaram todos os personagens com os avatares e vozes dos membros da equipe de treinamento. Esta inovação, desenvolvida pela SOU, empresa de serviços voltada ao desenvolvimento de pessoas, trouxe vida e personalidade para os treinamentos da empresa, que colaborou para que fossem premiados no evento Learning & Performance Brasil de 2013.
O Cinema Novo da década de 1950 criou a famosa frase: “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”. Apesar da idade da frase, ela nunca foi tão efetiva. Hoje as limitações técnicas são mínimas e as possibilidades infinitas. Só depende de nós, profissionais da educação, desenvolvermos conteúdos cada vez mais interativos, atraentes, democráticos e relevantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *