Case de Sucesso – Cosan Lubrificantes

Case Cosan Lubrificantes

Em outubro de 2014, a Cosan Lubrificantes inciou o desafio de treinar 70 mil colaboradores até o fim de 2015 de forma efetiva e engajadora. Por meio do e-Learning, e-Learning Puro, personagens personalizados, Game Learning e trilhas de aprendizagem. Em apenas 6 meses com o projeto da Universidade Corporativa, a Cosan Lubrificantes treinou mais de 30 mil colaboradores com 80% de redução do custo por treinado.

“O desafio era que as pessoas tivessem prazer em fazer treinamentos, de forma natural, prazerosa e por meio de uma metodologia Andragógica, sem ser infantilizada.” – Leandro Garcia, Especialista em Treinamento.

Assista ao vídeo e entenda como a Cosan Lubrificantes está superando este desafio e ainda é referência como uma das melhores Universidades Corporativas do Brasil.
Atuante na produção e distribuição de lubrificantes e estando presente na América do Sul, Europa e Ásia., a Cosan Lubrificantes é uma das maiores fabricantes de lubrificantes do país, a empresa também se dedica à distribuição de óleos básicos no Brasil e à produção e distribuição de especialidades automotivas.

 

A Cosan Lubrificantes conta com duas fábricas: uma no Rio de Janeiro, Brasil, e outra em Kent, Inglaterra. Juntas possuem capacidade de produção anual de mais de 2 milhões de barris de lubrificantes e especialidades químicas. Os produtos e serviços oferecidos pela empresa passam por rigorosos processos que garantem os elevados padrões de segurança, qualidade, controles, eficiência e sustentabilidade.

Confira o Case detalhado neste Whitepaper.


www.sou.com.br

1 comment

  1. 7 Dicas para Aumentar o Engajamento em Treinamentos Corporativos - Blog da SOU

    […] Há um tempo, em conjunto com nossa parceira de negócios Engage, elaboramos um projeto de Gamification com e-learnings para a empresa Cosan Lubrificantes. Fizemos um case completo de como a Cosan Lubrificantes conseguiu um engajamento de 97% na adesão dos seus treinamentos e mais de 90% de aprovação, reduzindo em 80% seu custo por colaborador treinado. Se quiser ler o case e assistir ao vídeo, clique aqui. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *