O que é LMS e como extrair o melhor do seu na Educação Corporativa

Durante nosso tempo de existência como empresa de Educação Corporativa, a SOU teve o prazer de ajudar diversos clientes a reestruturarem suas Universidades Corporativas e colocar seu LMS para funcionar.

Nos deparamos com a situação em que a empresa possuía um LMS Global, mas não o utilizava, contornando o problema com ferramentas alternativas.

Parte deste desconforto do muitas organizações em não utilizar seu LMS Global dá-se pela complexidade de configuração de um sistema LMS Global e pelo baixo suporte que a ferramenta possui aqui no Brasil.

Está confuso sobre o que é LMS? Pode ficar tranquilo, pois vamos explicar esse conceito rapidamente a seguir antes de nos focarmos em como otimizá-lo.

O que é LMS?

LMS é a sigla de Learning Management System, em português, Sistema Gerenciador de Aprendizagem, que nada mais é que um software que faz o gerenciamento do aprendizado de alguém.

Esse tipo de sistema é muito utilizado por empresas da área de recursos humanos, formação e treinamento, escolas etc.

Ele permite o desenvolvimento de cursos virtuais e o gerenciamento de grandes banco de dados, possibilitando a propagação dessas ferramentas a um alcance muito maior.

Mais do que um sistema em si, o LMS representa, em muitos casos, a materialização da iniciativa de Educação Corporativa, por isso é tão importante concentrar nele todas as ações relacionadas a treinamento e desenvolvimento de pessoas.  

Quando falamos “todas as ações”, a intenção é exatamente esta, mesmo que entre os conteúdos exista um link para abrir uma planilha em Excel e iniciar um fluxo de aprovação fora do sistema.

O importante é que todos percebam que quando precisarem de algo relacionado a treinamento, poderão encontrar lá.

Nesse contexto, percebemos que muitas organizações, ao se depararem com dificuldades relacionadas ao seu sistema, acabam adotando outras ferramentas, deixando o LMS subutilizado ou então o restringem apenas a cursos on-line.

Por essa razão, preparamos este artigo para te ajudar a obter o máximo que seu LMS oferece e garantir que ele, de fato, seja o principal alicerce tecnológico para sua Universidade Corporativa.

Os objetivos do LMS

Antes de entrarmos no detalhe, é muito importante lembrar que de nada adianta ter uma super ferramenta, com diversos recursos, se os objetivos do seu projeto não forem definidos.
Esses objetivos, basicamente, são aquilo que você, ou sua organização, espera alcançar com a Universidade Corporativa.

Se os objetivos já existem, este é um bom momento para repassá-los e pensar em eventuais correções de rota.

Mas, se eles ainda estão em aberto, reúna-se com as áreas de negócio e liderança de sua organização e monte um plano. Isso irá ajudar a colher indicadores de sucesso no futuro (teremos uma sessão especial sobre indicadores mais adiante).

Definir os objetivos de um projeto de Educação Corporativa não é uma tarefa fácil. Veja alguns exemplos que podem fazer sentido para o contexto organizacional em que você está atuando:

  • Objetivo 1º ano: Introduzir a cultura de autodesenvolvimento na organização;
  • Objetivo 2º ano: Consolidar o aprendizado colaborativo;
  • Objetivo 3º ano: Atrelar as capacitações às competências organizacionais.

É importante lembrar que a definição de objetivos deve ser feita de maneira estratégica e integrada com a missão e os valores de sua organização. Lembre-se: o seu LMS é mais do que um repositório de conteúdos é o seu grande parceiro de sucesso para consolidar a Educação Corporativa em sua organização.

Os 6 passos para extrair o melhor do seu LMS

Após entender o que é LMS, porque ele pode ser interessante para o seu negócio e definir estrategicamente seus objetivos, vamos às nossas dicas.

Passo 1: Governança de dados

Para um bom uso do seu LMS, é preciso que os dados nele guardados estejam completos, atualizados e sendo bem gerenciados. Uma das características do LMS é justamente conseguir guardar todos esses dados, para que sejam utilizados quando necessário.

Passo 2: Conteúdos variados

Ter apenas um tipo de conteúdo pode acabar entediando a equipe que usará seu LMS. Quanto mais dinâmico for o processo de aprendizagem, melhor. Por isso, invista em diferentes conteúdos, para que a equipe pode extrair o máximo de conhecimento de cada formato apresentado.

Passo 3: Avaliações e feedbacks

A melhor forma de saber se o seu LMS está agradando a equipe é perguntando. Isso mesmo. Uma pesquisa de satisfaçãoNela, os envolvidos podem dar suas avaliações sobre o sistema, fazer elogios e até sugerir melhorias. Esse é um bom método de ter insights de melhoria para o seu LMS e entender as verdadeiras demandas da equipe.

Passo 4: LMS friendly

O design e a funcionalidade do seu LMS deve ser friendly, ou seja, amigável. Para que não haja estranhamento por parte dos usuários, é necessário que a ferramenta seja intuitiva, de fácil navegação e até “agradável aos olhos”, do contrário, as pessoas não irão gostar de estarem nela.

Passo 5: Trilhas de aprendizagem

Para que a experiência de aprendizagem seja completa você não pode deixar o usuário “perdido”. Ele precisa saber exatamente quais passos  deve tomar para chegar àquele objetivo final.
Por isso, crie trilhas de aprendizagem que levem em consideração o interesse da empresa e também do utilizador.

Passo 6: KPI’s

KPI’s, ou Indicadores Chave de Performance, devem estar presentes em todas as estratégias utilizadas pela sua organização. No caso do LMS, eles servem para mostrar se as metas de aprendizagem estão sendo cumpridas, se a equipe está engajada com a ferramenta etc. Pense onde você quer chegar com o seu LMS e então defina seus KPI’s. Vale lembrar que as metas devem ser alcançáveis e desafiadores para manter a equipe sempre motivada.

Resumindo

Preparamos um infográfico com um resumo dos 6 passos que acabamos de falar. Você pode salvar essa mensagem para acessá-la sempre que precisar:

6 passos para extrair o melhor do seu LMS
Viu como não é difícil otimizar ainda mais o seu LMS? Siga nossas dicas e melhore ainda mais a performance da sua equipe com muita capacitação e aprendizado.

Baixe agora nosso e-Book e saiba passo a passo como extrair o melhor do seu LMS e ainda conhecer as melhores práticas para a gestão da sua Universidade Corporativa!

chamada ebook como extrair o melhor do seu LMS


www.sou.com.br

2 comments

  1. Manuela Silva

    Olá, obrigado pela vossa disponibilidade.
    Gostei muito do seu post, vou acompanhar o seu blog/site.
    Muito obrigado
    Manuela Silva

    1. SOU Educação e Talentos

      Olá Manuela, ficamos muito felizes que você esteja gostando ♥
      Continue acompanhando que toda semana tem artigos novos!
      Abraços, team SOU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *