Treinamento e desenvolvimento

Blog

artigos e conteúdos

Como engajar seus colaboradores para que tenham vontade de aprender?

Educação Corporativa

Toda empresa que deseja se manter em crescimento, embora disponha de vários recursos para conseguir isso, sabe que a chave do sucesso reside sempre no desempenho dos colaboradores.

Por outro lado, no ambiente de trabalho, os colaboradores desejam se sentir valorizados, estimulados a crescer.

Segundo Gustavo G. Boog, para investir em pessoas, uma das mais poderosas ferramentas de transformação nas organizações é o treinamento e desenvolvimento pessoal, principalmente num mundo onde as mudanças são constantes e cada vez mais velozes. Na atualidade das empresas, isso se dá por meio da Educação Corporativa.

Mas, afinal, qual é o grande papel da Educação Corporativa? Ela deve ser encarada como a progressão do conhecimento, é claro. Mas o que fortalece o engajamento dos colaboradores de fato é a Cultura da Aprendizagem.

 

Então a Cultura da Aprendizagem é uma iniciativa que precisa partir de alguém? Da empresa? Da governança corporativa? Dos líderes?

Sim e não, necessariamente.

A Cultura da Aprendizagem vai além da participação em treinamentos, palestras, workshops e eventos. Ela é bem mais ampla, abrangendo a proatividade do compartilhamento de aprendizado e experiências entre os colaboradores.

Se sua empresa já fomenta iniciativas dessa dimensão, você está no caminho certo!

Mas se você quer saber ainda mais como promover o engajamento de seus colaboradores pela Cultura da Aprendizagem, aqui vão algumas dicas:

 

1 – Compreenda o significado da aprendizagem

Você já ouviu falar do termo “aprender a aprender”? Pois bem, aprender é uma questão de sobrevivência profissional, pois é graças a ela que as pessoas aprendem a analisar situações, pensar de forma criativa, solucionar problemas, agir de forma mais rápida e segura etc.

Apenas indicar uma lista de cursos e treinamentos, sejam eles presenciais ou on-line, para seus colaboradores, não é o suficiente. Se você deseja a Cultura da Aprendizagem na sua empresa, não a trate como um mero curso ou trilha. É preciso muito mais para instigar seus colaboradores a imergir nessa engrenagem de aprendizagem.

 

2 – Tenha um planejamento

O que o motiva a ter uma Cultura da Aprendizagem em sua empresa? Estabeleça um objetivo, faça um cronograma de ações de aprendizagem, pense nos programas de aprendizagem que são mais necessários para o seu negócio e, com isso, monte suas trilhas de treinamentos.

Diversifique as opções de aprendizagem para os seus colaboradores! Além de cursos, você pode utilizar recursos como podcasts, infográficos e questionário de autoconhecimento em suas trilhas e programas.

Por exemplo, se no seu negócio os seus colaboradores estão em contato diário por e-mail ou chat com clientes, talvez eles precisem de um curso de escrita ou um Programa de Atendimento em Vendas, entre outros.

 

3 – Construa uma liderança de exemplo

Com o plano em mãos, reúna-se com seus líderes: é hora de inseri-los na engrenagem! Sejam coordenadores, encarregados, supervisores ou gerentes, converse com os profissionais que vão acreditar e propagar sua iniciativa. Integre-os em seu plano de Cultura da Aprendizagem para que sejam os motivadores de seus colaboradores.

 

4 – Invista na comunicação e divulgação

De nada adianta investir em workshops, treinamentos e palestras e o seu público não é informado sobre o que acontece na empresa. Divulgue as ações planejadas, comunique os líderes e instigue os colaboradores a se inscrever nos programas de treinamentos.

Dê motivos para que seus colaboradores escolham participar dos programas de treinamentos, workshops, bate-papos. Incentive a participação!

 

5 – Abra espaço para o feedback

Você não conseguirá que seu plano dê certo sem uma comunicação efetiva. Então deixe sempre as portas abertas e permita que seus colaboradores também possam dar ideias, sugestões e opiniões sobre o processo de aprendizagem.

Procure entender se a vivência no processo de aprendizagem está sendo agradável, se os conteúdos são bem aceitos e se o público o está considerando razoável, bom ou muito satisfatório.

O melhor caminho para o feedback é treinar seus líderes para ser bons ouvintes e dar seguimento nas sugestões que surgirem. Lembre-se: as pessoas desejam ser valorizadas e sentir que estão crescendo, além de contribuir para o crescimento da empresa.

 

6 – Verifique se a aprendizagem foi aplicada

Quando o seu colaborador participa de um treinamento, workshop ou programa de ensino, logo ele(a) quer ter respostas para as dúvidas ao executar alguma tarefa ou para encontrar alguma solução.

Esperar que a taxa de conclusão nos cursos seja um indicador de aprendizagem é uma métrica vazia, que não leva a nenhuma conclusão se o seu colaborador aprendeu algo de fato. Veja mais sobre esse assunto no artigo sobre Conclusão de Curso não pode ser um indicador.

Então, é importante que seus colaboradores coloquem em prática o conhecimento que adquiriram no processo de aprendizagem. A principal métrica da sua empresa deve ser gerenciar se o conhecimento adquirido tem sido útil. Dessa forma será mais fácil medir o sucesso da Cultura da Aprendizagem e aprimorá-la.

 

Colocar em prática todas essas dicas parece ser algo de outro mundo, não é? Mas basta a sua empresa dar o primeiro passo para já ter bons resultados. Então, coloque em prática!

 

Quer saber mais sobre como criar uma Cultura da Aprendizagem em sua empresa? Marque um bate-papo com nossos especialistas em Educação Corporativa e veja como podemos ajudar você! Basta enviar um e-mail para contato@sou.com.br que agendamos!

Texto escrito por:

Mariana Brizotto

Designer Educacional da SOU

BOOG, Gustavo G. Manual de Treinamento e Desenvolvimento. Capítulo 1 – Os novos paradigmas do mundo dos negócios. ABTD/Coordenador Gustavo G. Boog. São Paulo: Makron Books, 1994. Disponível em:

https://pt.calameo.com/read/005117517149063be4610

 

FLEURY, Afonso; FLEURY, Maria Tereza Leme. Os desafios da aprendizagem e inovação organizacional. RAE light, São Paulo, v. 2., n. 5, 1995. Disponível em:

https://pesquisa-eaesp.fgv.br/sites/gvpesquisa.fgv.br/files/arquivos/fleury_-_os_desafios_da_

 

Até mais,

Treinamento e desenvolvimento

Email: contato@sou.com.br
Tel.: +55 (11) 2324-6793

Endereço: Av. Industrial, 780
22° andar Santo André – SP – Brasil

Redes sociais

Trabalhe conosco!