Case SOU e Swarovski – Gamificação

O case de hoje é com um cliente que nos apresentou um projeto super importante que serve como exemplo dentro da SOU, que é a Swarovski.

Conversamos com a Andrea Leal, Gerente de Treinamento, e pudemos entender quais foram os pontos positivos do projeto, qual a percepção dela sobre gamificação e dicas para quem busca começar com esse formato:

Confira o vídeo na íntegra:

Quem é a Andrea e qual o seu papel dentro da Swarovski? 

“Eu sou a Andrea, responsável pela área de treinamento da Swarovski; esse ano de 2020, completo 9 anos de empresa e nesses 9 anos eu construí junto com a Swarovski toda uma história aqui, da área de treinamento. Nesses últimos 2 anos, a gente assumiu mais dois mercados além do Brasil, que é o mercado da Argentina e do Chile também.”

Andrea nos falou sobre a sua função dentro da empresa.

“Então, meu papel aqui fundamental, é trabalhar para a academia de varejo, o Retail Academy que é um projeto global da companhia, onde todas as nossas equipes de varejo, até o nível comercial de gerentes regionais, são treinados através desse programa de treinamento global, em várias línguas e assim a gente mantém todo o padrão da companhia, do serviço, do atendimento e da marca.”

Como eram treinados os colaboradores antes da SOU na sazonalidade do Natal?

“No caso do nosso Natal, que é a principal época de consumo do ano para gente, a gente sempre vinha treinando as equipes num formato de sala de aula, com treinamentos também disponibilizados pela matriz, e ai nos últimos 3 anos, o que ocorreu é que a matriz realmente nos proveu com um conteúdo muito bacana do Natal, onde a primeira aplicação foi extremamente motivadora, enfim, e que eu também tive que compartilhar isso e também aplicar isso, não só no Brasil mas no Chile e na Argentina então em duas línguas.” nos explicou Andrea.

“No segundo ano, esse conteúdo teve uma coisa de muito mais de reciclagem, não se mudou tanto, o conteúdo porque a gente fala muito da forma de atender com essa alta sazonalidade e com esse cunho realmente de Natal, desse lado de trazer momentos especiais que é o Natal, o que represente e a entrega de produto para esse cliente.

Bom, o meu grande desafio chegou no 3º ano, que foi o final do ano passado, 2019, no qual além de ter os 3 países, o conteúdo ainda vinha novamente com uma cara muito parecida e nós temos essa característica da gente querer esperar sempre uma expectativa de uma coisa nova, então o conteúdo que a 3 anos atrás ele impactou muito pela novidade que ele trazia, na proposta (…)

(…) Chegou no 3º ano e a gente já não tinha mais todo esse impacto né, claro, sempre uma equipe nova para treinar mas também tem aqueles que ficam na companhia por muito tempo e ai tinha realmente tinha uma preocupação enorme do que eu ia fazer com esse conteúdo, como trazer isso de uma forma diferente para poder engajar e motivar e foi ai que entra a SOU nessa história, depois de eu entender e conhecer um pouco do formato, porque o meu desejo realmente era mudar o formato do conteúdo, não o conteúdo em si porque ele realmente trata de um assunto de sazonalidade importantíssimo e de vendas, mas muito mais o formato de fazer e não mais fazer então isso no formato sala de aula.”

Foi um projeto importante para a modernização do conteúdo.

Como você chegou até a SOU?

A relação de Andrea com a SOU começou por um acaso e evoluiu para uma parceira de sucesso.

“A SOU foi por acaso, eu fui participar do encontro de gestores de universidades corporativas que foi realizado e lá encontrei as pessoas que trabalham na SOU, né, algum desses, fornecedores de mercado, da área de capacitação e treinamento e trocamos cartões e foi ai que eu já tinha conhecido ali um pouco da solução, fiquei bem interessada e realmente olhei e falei ‘é alguma coisa assim que eu preciso, eu preciso de uma plataforma de gamificação, deixar isso divertido’. O Varejo é super dinâmico, as equipes são super engajadas nessa época do ano, a gente consegue tirar bastante da motivação e achava que a ferramenta, de uma forma diferente, divertida, com o conteúdo que era necessário ser passado seria uma das melhores soluções que eu podia encontrar e como sempre o desafio fazer em duas línguas porque eu precisava também trazer a solução pro Chile e pra Argentina.”

Como funcionou o desenho da solução?

“A solução, na verdade, como eu não tinha muito tempo, a gente trabalhou quase que na loucura, a gente teve o período de um mês para lançar a plataforma, então eu não tinha muito espaço para fazer customização, tentei trabalhar o máximo possível com aquilo que já estava pronto como solução para esse momento e ai a gente trabalhou com o que estava disponível, tentando transformar todo esse conteúdo em conteúdo de gamificação, o que eu acredito que a gente conseguiu fazer muito bem foi realmente mesclar parte do conteúdo de informação de aprendizagem, reciclar vários conceitos e para quem tava chegando na empresa também conseguiu aprender da mesma forma, então essa mescla de conteúdo com jogos foi realmente algo que as pessoas gostaram bastante e que a gente tem bastante sucesso.” enfatizou Andrea.

Tiveram resultados? Como foram?

O pioneirismo do projeto, elevou os resultados e expectativas.

“Em relação a usar a gamificação para Varejo, como eu acabei de comentar, a gente tem um dinamismo, precisávamos atingir esse público  e trazer então essa novidade e isso surgiu como uma novidade, como um novo, eu lido com um público bastante jovem também onde a gente percebe que essa curiosidade é algo que é relevante, são bastante digitalizados, então acredito que esse também foi um grande sucesso.”

Como foi a experiência de utilizar uma plataforma gamificada para treinamento dos colaboradores? 

“Claro que a gente têm alguns desafios, por exemplo, o ambiente da loja, usar o computador da loja, (…) ou disponibilizar os computadores onde as nossas gerentes tem computadores de backup para uso da equipe, mas sempre a gente teve essa questão de também ter um engajamento, de querer e fazer então eu acho que uma das coisas que me chamou muito a atenção foi o quanto despertou a curiosidade e o interesse.”

Qual a dica que você daria para quem está pensando em iniciar uma jornada por meio da aprendizagem digital? 

“A única coisa que eu acrescento e que eu sugiro também para vocês que tem interesse em fazer uma plataforma de gamificação, é que foi a primeira vez que eu fiz, foi realmente um desafio, fiz confiando muito na equipe da SOU, no ‘know-how’ deles, mas a gente fez algo a mais ainda, a gente ainda conseguiu junto com o treinamento, com o conteúdo, com o desenvolvimento do conteúdo que era necessário trabalhar pro Natal, a campanha de incentivo.

Então foram 3 meses de trabalho, a gente começa preparando as equipes em outubro, bem antecipado pra gente relembrar todos os conceitos, preparatório de treinamento para o Natal e ai meados de novembro, a gente lança de fato uma campanha global de incentivo, e conseguimos colocar também na plataforma essa campanha de incentivo através de pontuações, então pontuava como um acelerador (…)

(…) Com as atividades e os jogos do treinamento e depois a gente continuou subindo na plataforma, aceleradores de venda, KPI, resultados dessa campanha de vendas que aconteciam na semana do Natal (de novembro até dezembro), então essa junção foi muito feliz porque eles sabiam que no final era um pacote de Natal que estava sendo oferecido através da plataforma de gamificação onde eles tinham não só o conhecimento para ser aplicado e relembrado, como também a campanha que ia sendo divulgada e estimulada nesse período todo, então acho esse foi um dos grandes diferenciais nesse projeto.” finaliza Andrea

Agradecemos a Andrea Leal e a equipe da Swarovski por toda a parceria com o projeto e esperamos que tenha sido aproveitado da melhor maneira possível.