Case Mondelez – Treinamento Páscoa Mondelez 2021

No Case do Cliente de hoje, trazemos duas pessoas da Mondelez para falar um pouco sobre o projeto Páscoa que teve como foco principal capacitação dos colaboradores para a Sazonalidade deste ano.

Roberta Bezerra, trabalha há 20 anos na Mondelez e na academia de vendas há 4 anos. Ela estrutura Treinamento para equipe interna e para os distribuidores.

Daniel Leite, trabalha há 10 anos na Mondelez e na área com Educação e Treinamento desde 2015. Já atuou na área de treinamentos de Supply Chain e, desde 2019, seu foco de trabalho esta para atender a área comercial (vendas).

Eles explicaram um pouco mais sobre o projeto. “O projeto de capacitação para Páscoa envolve vários públicos diferentes, promotores e coordenadores Mondelez, equipe de promotores indiretos, time de distribuidores TD, além dos funcionários temporários que são contratados para este período do ano, chamados carinhosamente de animadores da Páscoa” afirma Roberta

O planejamento desse projeto teve o objetivo de trazer um tom diferente para a capacitação desse ano: “Tínhamos um alto volume de pessoas para capacitar e públicos diferentes. Foi necessário pensar em formas diversas para atingir esses públicos e em como fazer essa adaptação. Além disso, precisávamos de interatividade e dinamismo, com um conteúdo muito lúdico.” disse Daniel. “Para nós a Páscoa nunca acaba, já estamos falando de 2022, e é sempre desafiador, tentamos levar o conteúdo de uma forma diferente para não cair em uma monotonia, já que temos muitas informações serem passadas, e em um momento de pandemia, que não podemos fazer presencial. Chamamos a SOU, pois já tínhamos feito alguns projetos e foram bem efetivos, por isso decidimos repetir a parceria.”

Complementando a Roberta, o Daniel falou um pouco também da complexidade dos conteúdos e a flexibilidade do planejamento: “Devido a esse alto volume de pessoas, precisávamos de uma certa flexibilidade na construção do conteúdo, pois para cada público alvo o foco de conhecimento é diferente. Existe, obviamente, uma espinha dorsal a ser respeitada, mas esta adaptação se faz necessária.”

Definir o que mais gostaram do projeto foi difícil, mas eles destacaram alguns pontos da SOU, principalmente a flexibilidade e a qualidade.

“Um mix de coisas, a parceria com a SOU foi muito ganhadora e os prazos foram bem estabelecidos. As expectativas foram cumpridas conforme o escopo e as exigências da Mondelez, tudo deu certo no final. Esse ano a plataforma de disponibilização do conteúdo era nova e tivemos alguns desafios na disponibilização do mesmo, mas conseguimos trabalhar juntos e resolver esse problema.” diz Roberta.
Daniel afirma, “A Qualidade do treinamento foi realmente alta, apresentando um produto deste nível, entendemos que o trabalho na Páscoa seja mais fluído”

Para definir como é trabalhar com a SOU, a Roberta destacou a novidade “Sempre trazer coisas novas, sempre cumprir datas e não perder a qualidade é algo que eu entendo que sejam algumas coisas fundamentais da SOU.”

Já o Daniel, especificou também o pós projeto. “A parceria com a SOU não terminou na entrega do projeto, tivemos alguns imprevistos após a entrega, e recorremos a eles para um pedido de ajuda e percebemos uma abertura, vontade de fazer acontecer muito forte, isso também faz bastante diferença. Não se limitar ao que está no contrato e se comprometer de uma forma genuína, nos ajudou a continuar a executar o que tínhamos planejado.”

Eles deixaram algumas dicas para quem quer começar a estruturar a sua área de Treinamento:

“A Educação pode ajudar em diversas áreas, mas no meio corporativo, ela tem um papel importante em ajudar na entrega dos resultados de negócios da companhia. As Habilidades precisam ser medidas e desenvolvidas para que no fim do dia gere uma ação que traga resultados (…) gerar engajamento através das lideranças também é essencial para que possamos avançar. Foque também em governança, fazer um acompanhamento do que estão implementando é fundamental, se eu me comprometi em ajudar as pessoas a se desenvolverem para atingir os resultados, então como acompanhar isso? Utilize indicadores de capacitação para entender se estão no caminho certo ou não.” especifica Daniel.
“Planejamento é fundamental! Você saber com quem você está falando, o que esse público necessita e o que você realmente precisa falar é ideal para começar a se planejar. Se você não tem todo um planejamento e estrutura para levar esses conteúdos para frente, os resultados podem não sair da forma que estava esperando.” finaliza Roberta.

Conheça mais das Soluções Educacionais que a SOU oferece e incorpore no seu projeto de Educação Corporativa.

Deixe uma resposta